attract all sights around through wearing high quality best fake rolex which brings unique personality. reputable replica watch sites forum watertight wristwatch famed environment. best swiss rolex fake passed down that chic neoclassical trend, but more straight into the cutting-edge substances. uhren replica mens and ladies watches for sale. these https://it.wellreplicas.to/ have attracted thousands of watch addicts. the unique cost appreciate is among features about best swiss replica orologi. shop high quality https://www.montrereplique.to/. welcome to fr.upscalerolex.to shop online. https://www.replicasrelojes.to are commonly replicated on the market. cheap replicas de relojes delivers the heart and soul of the discovery.

logoDesignsite

As Portas da Percepção de Huxley

agosto 6, 2015 by in category Antropologia, Consciência ampliada, Literatura e Ebooks with 0 and 0
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

As Portas da Percepção (no original em inglês, The Doors of Perception) é um livro de 1954, escrito por Aldous Huxley, onde o autor pormenoriza as suas experiências alucinatórias quando tomou mescalina. O título provém de uma citação de William Blake:

Cquote1.svg If the doors of perception were cleansed everything would appear to man as it is, infinite.
Se as portas da percepção estivessem limpas, tudo apareceria para o homem tal como é: infinito.
Cquote2.svg

Baseado nesta citação, Huxley assume que o cérebro humano filtra a realidade de modo a não permitir a passagem de todas as impressões e imagens que existem efetivamente. Se isso acontecesse, o processamento de tal quantidade de informação seria simplesmente insuportável. De acordo com esta visão das coisas, algumas drogas poderiam reduzir esse processo de filtragem, ou “abrir as portas da percepção”, como é dito metaforicamente. Com o intuito de verificar esta teoria, Huxley começou a tomarmescalina e a descrever os seus pensamentos e sentimentos sob o efeito da droga. A sua principal impressão será a de que os objetos do nosso quotidiano perdem a sua funcionalidade, passando a existir “por si mesmos”. O espaço e as dimensões tornam-se irrelevantes, parecendo que a percepção se alarga de uma forma espantosa e mesmo humilhante já que o ser humano se apercebe da sua incapacidade para fazer face a tantas impressões.

Além de drogas como a mescalina, o LSD, o DMT (substância), a psilocibina, etc, outras formas citadas para se abrir as portas da percepção seriam:

  • Períodos prolongados de silêncio e isolamento.
  • Jejuns prolongados.
  • Auto-flagelação…

Huxley explica que uma das razões porque as portas da percepção normalmente ficam semi-cerradas seria para a própria proteção do indivíduo, que de outra forma se distrairia com a enxurrada de estímulos desnecessários para a sobrevivência.

BAIXE O LIVRO em PDF aqui

Add comment

Desenvolvido por 13.31 ~ 2015